Os três males temporais: melancolia, ansiedade e estresse

“Se você está deprimido, está vivendo no passado. Se você está ansioso, está vivendo no futuro. Se você está em paz, está vivendo no presente.” é uma frase errôneamente atribuída ao filósofo chinês Laozi, que na verdade pertence à palestrante motivacional brasileira Junia Bretas, e o original é “Depressão é excesso de passado em nossas mentes. Ansiedade excesso de futuro. O momento presente é a chave para a cura de todos os males mentais.” 

Antes de prosseguir com a análise quero fazer uma substituição: troquemos a palavra depressão por melancolia. Melancolia é uma tristeza profunda e constante, paralisante. Depressão é uma doença de etiologia complexa, e a melancolia é apenas um dos seus sintomas, por isso é importante a distinção. Agora, vamos simplificar a reflexão:

“Melancolia é excesso de passado em nossas mentes. Ansiedade, excesso de futuro. O momento presente é a chave para a cura de todos os males mentais.” 

Creio que o fundamental da análise não é se estamos no passado, no presente ou no futuro, mas a questão do excesso. Excesso de passado é igual a melancolia, excesso de futuro é ansiedade. Manter sua mente excessivamente no presente também traz problemas. Eu, que tendo a ser mais “negativo” na maneira como vejo a vida, colocaria a reflexão assim:

“Melancolia é excesso de passado. Ansiedade é excesso de futuro. Estresse é excesso de presente”

Chegamos portanto ao ponto nevrálgico da análise: nosso bem-estar emocional depende, entre outras coisas, de darmos o devido peso e proporção ao passado, ao presente e ao futuro em nossas vidas. Claro que isto depende de qual fase da vida você se encontra. Obviamente, um jovem tem todo um futuro pela frente, enquanto um idoso tem um longo passado e uma perspectiva de futuro bastante mais curta ou mais incerta.

A ansiedade vem de especularmos demais sobre um futuro distante, nebuloso, que não podemos prever. A melancolia, de revirar o que se perdeu há muito tempo. O estresse, de dar mais peso ao imediato do que ao transcendente em nossas vidas.


Gostou do conteúdo? Deixe uma gorjeta:
Donate with PayPal

Leave a Comment